Entendendo & Vivendo

Ententendo e Vivendo

A Reconstrução do Templo

Contexto

Zorobabel era herdeiro do trono de Davi (era neto de Jeoaquim, 2 Reis 24). Havia uma quantia signifi cativa de expectativas de que ele fosse o Messias prometido. Josué era o sumo-sacerdote durante este período e também um líder na reconstrução do templo.

Qualquer processo de reconstrução próspero começará com Deus. Esta história não é diferente. Deus precisa nos mostrar claramente o que ele deseja (isto pode levar um período de tempo para que discernamos a sua vontade). Ageu era o profeta designado neste processo, que participa no “time de liderança” que Deus tinha escolhido para executar este projeto. Comparando com os grandes profetas que pregaram arrependimento e salvação, a mensagem de Ageu não deve ter soado muito “espiritual”. Mas, na economia divina, talvez não seja sábio dizer que nosso trabalho seja mais ou menos espiritual. Não somos anjos, precisamos de espaço para nossa adoração. Ageu nos mantém em contato com aqueles momentos em nossa vida, quando consertar ou reconstruir o edifício onde adoramos é um ato de obediência, tão importante quanto o tempo que passamos orando naquele lugar de adoração.

Pano de fundo histórico

Após o decreto do imperador persa Ciro em 538 a.C, os exilados, liderados por Zorobabel, retornaram à terra de Judá (Esdras 1). Ao lado de onde fi cava o Templo de Salomão, eles construíram um altar e reinstituíram os sacrifícios requeridos pela lei de Moisés (Esdras 3). Eles tinham se preparado para reconstruir o templo, mas o trabalho parou devido à oposição de seus vizinhos e inimigos. Nos 16 anos seguintes eles se preocuparam em construir suas próprias casas, mas nenhum trabalho estava sendo executado na casa do Senhor, até que os profetas Ageu e Zacarias repreenderam e desafi aram o povo (Esdras 4:24 a 5.2).

Dario I, Histaspes, era quem estava no trono durante o ministério de Ageu (1.1). Subiu ao trono do Império Persa em circunstâncias confusas. O seu predecessor, Cambises, ao retornar, pela Palestina, de uma campanha contra os egípcios, encontrou uma rebelião em casa e morreu de forma misteriosa. Seu parente, Dario, apoiado pelo exército, retornou à Média e Pérsia e subverteu a revolta armada. Levou dois anos para ele restabelecer a calma no império. Jerusalém fazia parte da grande satrapia da “Babilônia e além do Rio”, com um governador superintendente e governadores distritais em Samaria e Jerusalém. Não está claro que liberdade de ação foi dada a Zorobabel e Neemias, ou mesmo se Judá desfrutava de qualquer tipo de autonomia provinciana. Porém, o ponto significativo é que, por volta de 520 a.C, o império estava seguramente nas mãos de Dario e não havia nenhuma agitação. Ageu e Zacarias não eram oportunistas políticos que alarmavam as dificuldades do império e usavam movimentos religiosos como um capote para ambições nacionalistas. Eles eram fi éis ao chamado profético deles e conclamaram o povo a confiar em Deus e deixar o futuro nas mãos dele.

Aplicação

Como adultos, nossas prioridades tendem a mudar. Você consegue imaginar as pessoas que viram este trabalho começar e agora estavam vendo a obra sendo protelada? Eles deviam ter uma convicção mais forte de que era aquilo que Deus queria que eles fizessem, e abraçar novamente a reconstrução debaixo da liderança de Ageu, Zorobabel e Josué. Suas prioridades têm mudado à medida que você descobre os vários projetos de reconstrução que Deus pôs em seu caminho? Como você pode participar na realização do trabalho para o crescimento do Reino de Deus?

Talvez este projeto de reconstrução inclua sua própria casa ou família? Não literalmente (embora isto possa acontecer), mas espiritualmente. Em que caminhos você pode conduzir sua própria família na reconstrução de projetos que honrariam ao Senhor? Talvez seja participar mais ativamente na adoração familiar em casa. Talvez seja encorajar sua família a servir com mais comprometimento em sua igreja?

Ageu mostrou como as pessoas tinham se distanciado do propósito de Deus para elas, e tinham se embrenhado em conquistar suas próprias metas. Como conseqüência, esqueceram de terminar a obra que o Senhor lhes havia incumbido. Quando, num contexto de sua Igreja local, você se achou satisfazendo suas próprias necessidades acima das preocupações e necessidades de outros no serviço do Senhor? Esta é uma luta constante e requer diligência em viver com uma comunidade de fé, uma comunidade em que um é responsável pelo outro enquanto servimos juntos ao Senhor como o Corpo de Cristo.

Valores e prioridades erradas podem conduzir a uma perda de bemestar espiritual. Como você pode melhorar seu bem-estar espiritual? Ageu declarou as conseqüências que os israelitas estavam colhendo por não estarem cumprindo a vontade divina (Ageu 1:9-11). Por quais meios você pode ajudar os líderes que Deus colocou em sua igreja, assim como fi zeram com Zorobabel e Josué?

Lembre-se que Deus não nos deixou sós (Ageu 1:13). Desde que o Cristo partiu, temos o poder e a capacitação do Espírito Santo para prover a força necessária para execução do trabalho do Senhor. Quando percebemos isto e vivemos na luz desta promessa, podemos fazer coisas maravilhosas para o Senhor!

Talvez haja uma reconstrução espiritual que precise acontecer em sua vida. Novamente, com os recursos que Deus nos dá no Corpo de Cristo e com o poder do seu Espírito, poderemos “reconstruir” o que for necessário para que sejamos testemunhas efi cazes do poder, fidelidade e restauração do Senhor em nossa vida.

Devemos lembrar que as Escrituras nos admoestam a orarmos por nossos governantes, e por todos que estão imbuídos de autoridade. Você tem feito isso? Lembre-se sempre, estando no processo de “reconstruir” algo no Reino de Deus, que são os valores do Reino que realmente importam e não os nossos ou de nossa cultura! Nossos próprios valores culturais ou familiares podem não contradizer as preocupações do reino, mas esteja sempre disposto a examinar se eles não estão atrapalhando o cumprimento dos propósitos divinos para sua vida.

comments

Grupo de intercessão

Grupo de oração"Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos." Tiago 5:16

Curso Libertos Pela Verdade

Curso Libertos Pela VerdadeEste curso, baseado inteiramente na Bíblia, tem por objetivo apresentar o maravilhoso plano de Deus. A bíblia diz: "tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem..." Eclesiastes 3:11. Ele quer que vivamos a eternidade com Ele.

Curso de Finanças

PorquinhoEstamos analisando a possibilidade de oferecer um curso de finanças cuja missão será de ensinar às pessoas os princípios financeiros de Deus, para que conheçam a Cristo mais intimamente e sejam livres para servi-lo.
O que você acha? Você se inscreveria? Dê a sua opinião!

Você está aqui: Página Inicial Estudo Semanal Entendendo e Vivendo A Reconstrução do Templo